sábado, 21 de março de 2009

Liberdade




Prefiro GPS quebrado
Caminhar sobre muros, eleger qualquer lado
Passar passo a passo me deixa feliz
Não existe rei para nenhum nariz

O tanque cheio de dúvidas
Pra cair na viagem, dívidas
Carregado de insegurança
Vento no rosto, liberdade criança

Seu laço
Cem lenços e seus lençóis
Minha lança, nosso lance
Me lanço em Sois

(Ao som de: Manacá)

4 comentários:

Paula S disse...

É né, sumiu uns dias, várias semanas sem bar, sem lapa... sabia que tinha mulher no meio...

Teus textos te condenam, rapaz, eles falam o que vc quer esconder. rssr!

; )

Paula S disse...

Ah, lendo Machado e escultando engenheiros?

Eu já falei que vc tem bom gosto, Putz, rssrrsrs, brincadeira.

Felipe Freitas disse...

É né.

Felipe Freitas disse...

Rsrs.