quarta-feira, 28 de janeiro de 2009

Cena

Não faça cena, é só a sorte
Não vale à pena, pena de morte
E os problemas?
E os poemas?
E as centenas de cinemas
Mudos, surdos e cegos, felizes
Pois sentiram outra cena...

(Ao som de: Caetano Veloso - Cê)

6 comentários:

Paula S disse...

É tem gente que reclama de barriga cheia, é disso que o poema fala né?

Felipe Freitas disse...

Pergunta pra ele haha

Valeu Pula

Felipe Freitas disse...

Pula haaha

Pula?

Paula S disse...

Não, não pulo não!

palhaço rs

Jéssyca disse...

na verdade nao estou certo disso, pq nao sei. tenho duvidas mas nao tenho certeza...( eu so o poema)

Felipe Freitas disse...

Sempre achei esse poema bem legal e bonito, está explicado hahaha