quarta-feira, 31 de janeiro de 2018

Meus links

Links com trabalhos meus em diversos locais. Para ler os trabalhos deste blog (que também são meus) basta olhar as outras postagens da página.

- Meus textos no Diário do Rio
- Meus textos no Galeria Musical
- Meu livro "Ponto Final"
- Crônicas minhas
- Crônicas minhas no Jornal Portal
- Textos meus sobre o Fluminense
- Textos meus sobre futebol
- Textos e comentários em vídeo sobre futebol
- Meu blog sobre MPB
- Oblíquos, banda da qual sou baixista e um dos compositores
-
Meu livro "Histórias de um Boteco Verdinho"
- Alguns dos meus textos jornalísticos
- YouTube (roteiros filmados)
- Mais informações

13 comentários:

Unknown disse...

Olá, boa tarde!!!!
Parabéns pelos textos, sempre acompanho no Diário do Rio.
Gostaria de pedir indicações de livros sobre história do Rio de Janeiro. Obrigado!!!!

Unknown disse...

Obrigado!!

HBRAUN disse...

Boa tarde !!! Por favor, se eu fizer comentários aqui, eles serão vistos pelo senhor Felipe Lucena?

Unknown disse...

Muito bom Felipe para bens

Michel cruz disse...

Adorei o texto sobre a rua do ouvidor sou apaixonado pela história do rio e suas peculiaridades.Parabens pelo texto.

Unknown disse...

Parabéns, Felipe. Gostei de saber a origem de PACIÊNCIA. Aí nasceram muitos parentes da minha esposa (Paciência, Glicério, Campo Grande, Santa Cruz e Miracema).

Unknown disse...

Tenho uma filha publicitária que gosta muita de trabalho em redação caso saiba de algo por favor me passe por email. Grata obs adorei seu texto moro na barra.

HBRAUN disse...

Senhor Felipe Lucena, quero dizer que esta matéria publicada sobre o trem Rio-Minas não condiz com a realidade. Já informei isso em outros blogs e me disponho a enviar fotos e filmagens recentes que mostram a realidade da ferrovia. Não faltam pequenos detalhes. Essa viagem é impraticável na atual situação da ferrovia. Duvido que ela aconteça a curto e a médio prazo. Provavelmente, nunca acontecerá. Se o Senhor quer fazer um jornalismo sério, posso lhe fornecer o material, assim como já forneci para outras pessoas. Sou morador de Petrópolis e viajei nesse percurso quando garoto. Em 2015 e 2017, fiz todo o trajeto, com o meu irmão, de motocicleta. Tenho fotos e filmes registrando a viajem. Regularmente percorro parte desse trecho para verificar o andamento da recuperação dos trilhos, fazendo novos registros com fotos e filmes. Posso te garantir que desde a "suposta viagem inalgural", o trem nunca mais rodou. Quanddo tentaram retornar, não foi possível, haja vista o estado dos trilhos. O trem foi levado de volta e, desde então, está parado em Três Rios. Gostaria muite de ver esse trem funcionar, mas... Se for do seu interesse ou do interesse de qualquer outra pessoa, estou à disposição para fornecer informações. Humberto braun. Contato : braun.ten@gmail.com

Gilberto Magroski disse...

Boa noite,
Gostaria de saber se a atual Estrada do Goiabal, em Campo Grande, se refere ao mesmo lugar que, em 1963, tinha o nome de Caminho do Goiabal.
obrigado

João Lemos disse...

Felipe, boa noite.

Leio alguns artigos seus, porque gosto da história do Rio de Janeiro e hoje fiquei surpreso por encontrar um postal de Diamantina ilustrando a história da rua da Quitanda. Fiquei curioso porque no próprio postal estava indicado Diamantina. Não entendi!

Um abraço!

Unknown disse...

Conservatória é um distrito de Valenca-RJ e não de Vassouras-RJ.

nagib pacha junior disse...

https://www.amazon.com.br/Hist%C3%B3rias-das-Ruas-do-Rio/dp/858874743X

livros sobre o rio antigo. pode me contatar: nagib@multi3.com.br

VIAÇÃO PAVUNENSE S.A disse...

Prezado Felipe, pedimos que reveja suas fontes porque você publicou informação sobre a VIAÇÃO PAVUNENSE que não condiz com a realidade e seremos obrigados a acionar o judiciário, caso não haja retratação de sua parte.

NOTA DE ESCLARECIMENTO – VIAÇÃO PAVUNENSE S.A
Repudiamos as mentiras que estão sendo veiculadas de forma irresponsável na mídia social, relacionadas a suposta inadimplência de verbas contratuais trabalhistas como, por exemplo, decimo terceiro salário e adiantamento salarial e paralisação da empresa. A empresa registra, que existe ACORDO COLETIVO firmado com a entidade Sindical que representa os trabalhadores – SINTRUCARD - legitimando o parcelamento do decimo terceiro de 2020, cuja aprovação se deu através de Assembleia regularmente realizada, inclusive perante comissão instituída pelos próprios empregados em tempo e modo. Cabe frisar, que a maioria esmagadora que participou do ato assemblear aprovou o referido parcelamento. No que tange ao adiantamento salarial, a entidade Sindical Patronal em conjunto com a entidade Sindical laboral firmaram Termo Aditivo à CCT em vigor durante a pandemia, com o intuito de evitar demissões e dar continuidade à função social da empresa, facultando a mesma a possibilidade de suspender o adiantamento e pagar toda a remuneração nos termos da lei, ou seja, no quinto dia útil do mês subsequente. Ainda assim, a Viação Pavunense, pensando no bem estar dos seus empregados, não mediu esforços em manter o referido pagamento, dentro dos prazos estipulados, tanto no instrumento normativo, quanto na legislação em vigor e não existiu nenhum indício de paralisação conforme veiculado, para a data de hoje. Desta forma, em vista do ataque promovido a honra e boa fama da empresa, que está no mercado a décadas, pagando seus impostos e tentando se manter viva diante do cenário catastrófico que o mundo se encontra, informamos que já identificamos os agressores e serão tomadas todas as medidas criminais e cíveis reparatórias cabíveis, inclusive com a notícia de crime a ser realizada junto às autoridades policiais. É o que nos cabia esclarecer. Rio de Janeiro, 30 de dezembro de 2020. VIAÇÃO PAVUNENSE S.A