quarta-feira, 24 de fevereiro de 2016

Êta mundo bom

Anderson não faz o tipo solitário e triste que os escritores adoram destacar nas histórias. Contudo, é um rapaz de amizades limitadas. Não que seja um sujeito antissocial. O problema dele é que se limita ao bairro onde mora. Mora é pouco: ele vive. Até conhece e, às vezes, frequenta outras partes da cidade, entretanto, sempre tenta voltar o mais rápido possível para suas fronteiras.

Tem alguns amigos fieis e não menos provincianos. Ana, a ex-namorada, que não foi fiel. Nem provinciana. Traiu Anderson com um cara da zona nobre do munícipio. Um morador da orla. Anderson ficou inundado de ódio. Tempestade na alma. Chorou como quem chovia. Pensou em ir tirar satisfação com o corneador, só que o play boy morava em um território que ele não conhecia. Jogar fora de casa é meio complicado mesmo.

Luiz, um dos poucos conhecidos de Anderson que curtia expandir os horizontes, apostou com os parceiros que agora, depois da traição, Anderson iria mudar a forma de agir, iria ser um cara mais ligado no resto do mundo, menos restrito ao mundinho que o cerca. Nada como um chifre para abrir a cabeça de um homem. Luiz perdeu a aposta. Anderson, após descobrir o par de galhos, ficou, definitivamente, na toca.

O problema é a vida. Anderson precisava sair de casa para trabalhar. Auxiliar administrativo em um escritório de advocacia no bairro vizinho, o bandeirante às avessas sempre sentava no mesmo lugar no ônibus: do lado do motorista, no terceiro banco, na janela. A rotina, a mesma que costuma esfriar as paixões mais fumegantes, não apagou da cabeça do rapaz a imagem de Ana. “Filha da puta”, ele pensava.

Manhã de Sol, Anderson entrou no ônibus para um dia de labuta e percebeu que o coletivo estava mais cheio que o normal. O motorista explicou que agora, aquela linha esticaria o percurso até à praia. O rapaz não seria prejudicado, pois o prédio no qual trabalhava era bem antes da orla, mas ficou incomodado porque seu lugar e todos os outros do mesmo lado do veículo estavam ocupados. Sentou no outro extremo.

Olhando pela janela, viu, ao longo do caminho, casas, prédios, carros, pessoas que ele nunca havia visto. Tudo estava ali, ao alcance dos olhos, embaixo do nariz, e ele nunca notou. Notou mesmo foi uma moça. Linda moça. Daquelas que fazem o trânsito andar devagar e a vida depressa. Ela lavava uma calçada com a leveza e o desejo de quem toma um banho. Depois disso, Anderson passou a sentar nos assentos do outro lado ônibus. Qualquer assento, desde que fosse do lado da calçada da moça. Algo mudou.



Um comentário:

Erik Breier disse...

Prezados Senhores



Venho através desta, inicialmente apresentar-me e posteriormente divulgar o produto VoiCentury, de Reconhecimento de Voz.



Meu nome é Erik Breier, sou Gerente de Projetos e Diretor da empresa Project Light , e Representante no Rio de Janeiro da empresa VoiCentury.



A VoiCentury desenvolveu um sistema computacional baseado na utilização de comandos de voz e reconhecimento facial para auxiliar as pessoas com necessidades especiais em geral, melhorando a qualidade de vida dessas pessoas, proporcionando-lhes acessibilidade no ramo informacional.

O produto VoiCentury é um software nacional de Reconhecimento de Voz, Inteligência Artificial e Reconhecimento facial 3D, com uma tecnologia revolucionária (Inteligência Artificial VoiCentury-IAV) e única no mundo , que permite entre outras coisas:



- Utilizar seu computador por comandos de voz (comandos Windows®)



- Digitar seus textos por voz (Ditado On-Line) ATÉ 30 VEZES MAIS RÁPIDO QUE DIGITANDO



- TRADUZIR OU CONVERTER seus textos para 14 IDIOMAS (Português, Inglês, Francês, Espanhol, Alemão, Russo, Hebraico, Italiano, Japonês, Chinês, Mandarim, Coreano, Turco e Árabe)



- Gravar seus textos (digitados ou traduzidos) em áudio



- Realizar mais tarefas SIMULTÂNEAS enquanto trabalha com o computador



- Navegar por páginas na internet por comandos de voz



- Fazer pesquisas pela internet por comando de voz



- Gerenciar seus arquivos e pastas por comandos de voz



- Assistir seus vídeos e ouvir suas músicas por comandos de voz



- Acessar suas REDES SOCIAIS por reconhecimento facial



- BLINDAR SEU COMPUTADOR COM RECONHECIMENTO DE SUA FACE



- BAIXAR E OUVIR SEUS LIVROS DE FORMA NATURAL



Então, seja bem vindo ao Futuro...



Assista ao vídeo: https://www.youtube.com/watch?v=rF6SeCge7ew E https://www.youtube.com/watch?v=qhmAxql0w9Q



Desde já agradeço sua atenção e seu tempo, colocando-me à disposição para qualquer esclarecimento que se faça necessário.



Peço desculpas, por qualquer inconveniente, caso este canal de comunicação não tenha sido o adequado para este contato.





Atenciosamente,



Erik Breier

ebreier@gmail.com