quarta-feira, 12 de março de 2014

Reflexão da madrugada

No fim das contas, nada é porra nenhuma.

Nenhum comentário: