quarta-feira, 8 de julho de 2009

Só a mudança é permanente



Não estava para mudança. Ela chegou de caminhão, bateu na porta, ligou, não entendi, nem atendi.
Não queria ver o mundo, girar me deixa tonto. Não procurei saber, achei que estava bem.
Encheu minha caixa de e-mails. Resisti. Estava tudo bem. Ela não. Ela sim estava um passo adiante, pois estava pronta para chegar mudando para melhor.
Em uma luta entre o salto e a cama, ela venceu.
Permiti sua chegada. Me tirou os pés do chão... agora vou me mudar todo dia. Vou viver sem direção.

(Ao som de: Vera Loca - Distúrbios do Amor e Rock n Roll)

3 comentários:

Jéssyca *-* disse...

4 x 2!

Jon disse...

Muito poetico. Muito bom.

taynara disse...

Aaaah ! Tem nem o que falar né, sabe que eu adoro teus textos e esse é mais um deles :)