sábado, 14 de fevereiro de 2009

Quando

Quando fechar os olhos, quero luz. Não a luz dos postes, não a dos horários de verão. Quero a luz que ilumina a incerteza.
Quando fechar os olhos, quero sonho. Não o sonho popular, não o açucarado. Quero o sonho que voe a jato em uma viagem sem fim. Até o final.
Quando fechar os olhos quero mundo. Não o mundo ideal dos líderes, não o mundo surreal de quem finge lutar e foge da luta. Quero meu mundo, onde sei caminhar, mas sempre me perco.

Quando eu abrir os olhos, quero seus olhos. Não aqueles que foram embora chorando. Não aqueles que custaram a me ver. Sim aqueles próximos aos meus, aqueles olhos, que fecham os olhos e mergulham em minha alma. Um presente de luz e calma...

(Ao som de: Pato Fu - Ruído Rosa)

5 comentários:

Paula S disse...

Clap, Clap, Clap... rs

Lindo, lindo!

Jéssycaa disse...

caaara esse fico top!

ja ta apaixonado ne :o
heuahsauah ;pp

Felipe Freitas disse...

Háháhá.

É só um texto, nem quer dizer isso aí rsrs...

ClaRiSsA disse...

http://www.orkut.com.br/Main#Profile.aspx?uid=4254922597647074084

me add, pq vc mando o link errado...

Romantico, doce, lindo!!!

Jéssyca disse...

shohdoasihd
ta bom felipe
vo fz vista grossa ;XXX
euaheuah


bjao