sábado, 19 de outubro de 2013

Te faria um texto

Te faria um texto tão bonito que o Sol, com inveja, iria se por ao meio dia. A noite, de turno antecipado, usaria o maior e mais cinzento vestido de nuvens, afim de ficar discreta, sabendo que não poderia nem sonhar em entrar numa disputa contra você.

Te faria um texto tão bonito que as folhas das árvores de outono voltariam aos seus galhos só para ouvir melhor o que eu teria a dizer. E eu deixaria um recado com o pé do seu ouvido: "diga ao coração dela que ela deve me dar a mão, pois preciso lhe mostrar uma coisa importante".

Te faria um texto tão bonito que capitalistas e comunistas, botafoguenses e flamenguistas, policiais e Black Blocs cantariam a mesma canção.

Te faria um texto tão bonito que todos os poemas de amor já escritos se rasgariam, entendendo que só meu texto para você deveria existir.

Te faria um texto tão bonito quanto você. Pena você não estar aqui para me inspirar. Te faria um texto...

Nenhum comentário: